ARTIGOS

E se morássemos em uma ilha deserta???

24 de janeiro de 2016

ilha

É isso mesmo, se morássemos em uma ilha deserta longe da civilização, sem restaurantes fast food, churrascarias e sem supermercados para escolhermos alimentos prontos, só poderíamos consumir o que a natureza nos oferecesse.

Costumo fazer essa colocação quando alguém me pergunta sobre o que acho das dietas radicais, onde alguns alimentos são excluídos e outros são consumidos em quantidades exageradas. Digo que não existe fórmula mágica, remédios milagrosos, tentativas absurdas de “obrigar” nosso organismo tão perfeita e divinamente criado, a trabalhar como se o defeito fosse de fabricação. O defeito está na “oferta do combustível” para que  essa máquina funcione adequadamente, pois nos dias de hoje, a maioria das pessoas  tem o minimo de conhecimento sobre quais alimentos são mais saudáveis, logo o que nos falta é “disciplina”.

Da mesma forma que um atleta, apesar de saber todas as regras da sua modalidade esportiva tem um técnico para organizar seus treinos para assim conquistar melhores resultados  e mais vitórias, nós, no momento da escolha dos alimentos, acabamos “por falta de disciplina” optando por alimentos menos saudáveis. Quem é que não sabe que uma carne com gordura aparente, empanada e com farta cobertura de queijo contribuirá muito mais para o ganho de peso do que um filé grelhado e que, se a sobremesa for uma taça de sorvete com chantili ao invés de uma salada de frutas, o prejuízo será maior ainda.

Por isso, imagine-se em um local paradisíaco com pomares de frutas, hortas  com verduras frescas, ovos das mais diferentes aves,  peixes em abundância e “nada” de produtos industrializados, enlatados, embutidos, temperos prontos,  sucos em “caixinha”, refrigerantes, nada de corantes e conservantes.

A sede, mataríamos com água fresca e água de coco; a vontade do doce com frutas frescas; o açúcar seria o mel!!! Diabetes? calma, provavelmente não teríamos, pois lá não haveria o exagero do consumo de carboidratos refinados ou sobremesas à base de leite condensado e creme de leite, lá os carboidratos seriam raízes como mandioca, mandioquinha, cará, inhame e todos os cereais seriam integrais e quanto às proteínas, se quisesse consumir grandes quantidades, teria que passar o dia todo coletando ovos e pescando em alto mar, ou seja, várias horas de exercícios e não somente 2 horas de academia.

Aqui, também temos tudo o que teríamos em nossa ilha, basta escolhermos o que colocar no carrinho na hora das compras.

Nosso corpo precisa do “simples”, de cores, de frescor, do natural e não do artificial.

Você é o que você come!!!!!